Juntos por Uberlândia faz doação de mais 20 mil máscaras de proteção e luvas para profissionais de saúde

A força-tarefa Juntos por Uberlândia, realizou nesta quarta-feira, 3 de junho a entrega de mais 20 mil máscaras de proteção hospitalar para profissionais de hospitais públicos de Uberlândia. Foram 12 mil para a Secretaria de Saúde destinar para a rede municipal, e 8 mil para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia – HC-UFU, que também recebeu 20 mil luvas para procedimentos e materiais de limpeza, como água sanitária. No mês passado já haviam sido doadas 60 mil máscaras cirúrgicas triplas para estes hospitais. A próxima ação prevista, pelo Juntos Por Uberlândia, é a doação de máscaras de uso pessoal para a comunidade carente.

A doação de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), como as máscaras e luvas, fazem parte do round-3 do Juntos Por Uberlândia, que desde o início da pandemia contribui com a entrega aos profissionais de saúde de mais de 1,3 mil capotes e 26 mil máscaras comuns confeccionadas por costureiras parceiras, outras 10 mil máscaras faceshield elaboradas utilizando impressora 3D, além de R$580 mil investidos na aquisição e importação de mais EPIs, e também materiais de limpeza e álcool gel doados por profissionais liberais da cidade e comunidade.

 

Nova frente do ‘Máscara para todos’

Atentos também às necessidades da população mais carente, o Juntos por Uberlândia atua em uma nova frente de trabalho, o ‘Máscara para Todos’, que começou com serviço de informação e esclarecimentos, com a contribuição de renomados médicos da cidade. A partir de agora foi iniciada a busca por recursos e parcerias para aquisição e produção de máscaras de tecido a serem doadas para a comunidade. Costureiras e confecções interessadas em contribuir com mão de obra para a confecção das máscaras podem entrar em contato com o Juntos por Uberlândia através das redes sociais (Instagram ou Facebook) ou pelo whatsapp (34) 99667-9768.

Os parceiros receberão os tecidos e aviamentos necessários para a produção das máscaras, que serão adquiridos com os recursos já arrecadados pela força-tarefa. Além disso, o Juntos por Uberlândia também receberá doações destes materiais.

O objetivo é entregar as máscaras de tecido, assim como está sendo feito com as cestas básicas e kits de higiene, às famílias cadastradas em entidades de apoio social selecionados. A definição dos beneficiários é conduzida por um comitê formado por profissionais que lidam com atividades sociais na cidade, visando garantir que as entregas serão para quem realmente precisa.

 

Outras formas de doar e participar do Juntos Por Uberlândia

Acesse o site juntosporuberlandia.com.br para doações online e saber todas informações e andamento da campanha.

Transferência bancária: conta do Instituto Projeto de Vida (CNPJ: 31.844.072/0001-49), no Banco Itaú (341), agência 7677, conta corrente 04282-7.

Doações de equipamentos de segurança individual: segunda a sexta-feira, das 10 às 18h, na rua Paraúna 51 – bairro Santa Maria, Clínica Sempre Linda.

Doação de cestas básicas e kits pode ser feita por meio do site juntosporuberlandia.com.br, utilizando a loja virtual no menu ‘doações’, com três opções:

  • Cesta básica completa: R$ 40,00 à vista, ou três vezes de R$ 14,13.
  • Quota de cesta básica completa: R$ 20,00 à vista, ou três vezes de R$ 7,07.
  • Kit de higiene: R$ 15,00 à vista, ou três vezes de R$ 5,30.

***Cada pessoa pode comprar quantas cestas quiser ou puder.

Além da opção de compra online ou transferência bancária, uma outra opção é a doação das cestas básicas em meio físico em estabelecimentos parceiros, como supermercados e drogaria. A orientação do Juntos por Uberlândia é que estas opções de doação presencial sejam utilizadas por pessoas que precisam sair de casa e ir às compras, utilizando este momento para doar.

Estas cestas e kit’s serão recolhidos semanalmente pelo 36° Batalhão de Infantaria Mecanizado, que é parceiro da ação, e encaminhadas a local adequado para posterior destinação às entidades ou profissionais autônomos. A equipe da força-tarefa esclarece que a opção por cestas e kit’s já montados atendeu a uma indicação de especialistas em saúde, que alertaram que a livre doação de alimentos não perecíveis poderiam gerar a montagem de cestas sem o devido valor nutricional, assim como os kit’s de higiene poderiam ter produtos que não são ideais para este momento de pandemia.