Covid-19: Como os profissionais de saúde podem cuidar da saúde emocional?

Nos últimos dias, o mundo todo vem se ajustando a uma nova realidade buscando se adaptar com o isolamento social, medida recomendada por especialistas para tentar reduzir a disseminação do Coronavírus. Trabalhadores precisaram se adequar ao home office, que passou a ser uma das principais opções para contribuir na busca pela diminuição do número de casos da Covid-19. Entretanto, há aqueles profissionais que atuam em setores essenciais que não podem parar ou se encaixar nesta possibilidade, entre eles os profissionais de saúde, que além de precisar manter-se na ativa, são a linha de frente na busca pelo controle da situação e cuidado aos doentes.

Neste período, as orientações de cuidados com a saúde se intensificam, mas além do corpo, a mente também merece atenção, principalmente no caso dos trabalhadores da área de saúde. Um cenário de situação extrema, como a pandemia que é enfrentada, causa muita pressão psicológica, desencadeando ansiedade, devido o medo pelo risco de contaminação e incertezas sobre o futuro. A psicóloga da Una Jataí, Vanessa Menezes, comenta algumas medidas que podem ser tomadas por estes profissionais para cuidar da saúde emocional. “O estresse causado pelo entorno da pandemia é comum, e apresentar este quadro não deve ser encarado como uma incapacidade de realizar o trabalho necessário. Para manter a saúde física em boas condições, e exercer o trabalho como cuidador de outras vidas, é preciso que a saúde mental dos agentes esteja boa, portanto, cuidem-se. É indicado que sempre descansem em suas pausas e entre turnos, façam exercícios físicos e mantenham uma alimentação balanceada. Também é importante evitar lidar com o estresse utilizando o álcool ou tabaco, pois a longo prazo eles irão contribuir para piorar este bem-estar”, conta.

Na busca de preservar os que estão ao seu redor e poupá-los de uma possível contaminação, alguns profissionais evitam o contato com a família neste período, o que pode deixar a situação enfrentada ainda mais difícil. “Quando houver o distanciamento da família para evitar a contaminação do Coronavírus, procurem ainda manter o contato virtualmente. Tentar se aproximar dos colegas de trabalho, supervisores e compartilhar suas experiências também é uma medida, pois é possível que estejam passando pelo mesmo, e assim estabelecem uma rede de apoio”, finaliza.