No mês alusivo à prevenção do câncer de cabeça e pescoço, especialista do COT alerta sobre a importância do diagnóstico precoce

O mês de julho é marcado pelo ‘Julho Verde’, uma campanha que tem como objetivo promover a conscientização e divulgação em relação a prevenção ao câncer de cabeça e pescoço, que é uma denominação genérica dos tumores localizados na boca, faringe, laringe e seios paranasais. Em alusão à campanha, a oncologista do Centro Oncológico do Triângulo – COT, Dra. Lara Cabral, faz um alerta para a importância do diagnóstico precoce, que pode aumentar consideravelmente as chances de cura.

Entre os cânceres de cabeça e pescoço, os tumores de boca e laringe são considerados os tipos mais comuns. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), a estimativa é que sejam diagnosticados mais de 21 mil casos destes tumores somente neste ano. O diagnóstico precoce, feito através da prevenção, pode aumentar as chances de cura, que podem chegar a 90% quando detectados no início. Para a Dra. Lara Cabral, é importante estar atento a alguns sintomas. “O diagnóstico precoce, além de aumentar as chances de cura, também pode evitar sequelas ao paciente. Por este motivo, é importante estar atento a alguns sintomas, como nódulos persistentes no pescoço, lesão na boca que não cicatriza espontaneamente e rouquidão por mais de três semanas”, destaca a especialista.

Entre os homens, o câncer de boca é o segundo mais frequente, ficando atrás apenas do tumor de próstata, sendo que os principais fatores de risco estão relacionados ao tabagismo, alcoolismo, infecção por HPV e fatores como uma higiene bucal deficiente e uma dieta pobre em proteínas, vitaminas e minerais e rica em gorduras. O câncer de laringe também é predominante entre os homens, com estimativa de surgimento de mais de 7 mil novos casos para 2018.

Em relação à prevençãoa Dra. Lara Cabral alerta que, além da realização de exames de rotina e acompanhamento médico, é importante estar atento aos hábitos de vida. “Hábitos como ter uma boa higiene bucal, adotar uma dieta rica em betacaroteno, presente em alimentos como cenoura, abóbora, espinafre, couve e batata-doce, além de não fumar, evitar o consumo de bebidas alcoólicas e usar preservativo durante a relação sexual, podem diminuir as chances do desenvolvimento destes tipos de tumor”, afirma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *